Facebook Instagram Youtube
COBERTURA: ESPECIAL 28 ANOS DE ITABELA
DE 13/06/2017 ATÉ 16/06/2017

João Pereira: Conheça história do fundador e sua contribuição para Itabela

Filho relembrou a trajetória do pai que foi responsável pelo desenvolvimento da cidade
Por: Marina Caldeira/BAHIA DIA A DIA
14/06/2017 - 19:25:33

Link:

Dino Pereira, relata de forma saudosa, a trajetória do seu pai João Pereira. (Foto: Alex Gonçalves/BAHIA DIA A DIA)

No dia do aniversário de 28 anos de emancipação política de Itabela, nesta quarta-feira (14), é impossível não lembrar daquele foi o principal propulsor da cidade. Bernardino Carmo de Souza (Dino Pereira) relatou ao BAHIA DIA A DIA, de forma saudosa, a trajetória do seu pai João Pereira, que é considerado fundador e o principal contribuinte para o desenvolvimento de Itabela.

Na década de 30, fugindo da seca que atingia o sertão, João Pereira, ainda criança, e sua família saíram de Inhambupe, no norte da Bahia, atraídos pela “febre do cacau”, no extremo sul do estado. Cerca de dez anos trabalhando na região, a família Pereira adquiriu uma fazenda nas terras que futuramente dariam lugar a Itabela e construiu uma casa, que atualmente está localizada na Rua Água Branca, no centro da cidade.

João Pereira, que é considerado fundador e o principal contribuinte para o desenvolvimento de Itabela.Solidário, João Pereira incentivou o povoamento da localidade. Ele doou 90% das suas terras para que pessoas construíssem casas e comércios. Assistiu a cidade crescer, principalmente com a construção da BR-101, que impulsionou a vinda de migrantes, principalmente capixabas. “Ele tinha o sonho de ver a cidade grande e desenvolvida. Vivia para servir as pessoas e não pleiteava riqueza”, relembrou Dino Pereira.

Casado com Maria d’Ajuda Bonfim desde a década de 50, teve sete filhos biológicos e um adotivo. “Ele era calmo, comunicativo, só conhecia o bem, não sabia o que era maldade” ressaltou o filho,

João Pereira ainda teve papel importante também na carreira política. Foi eleito vereador em 1974 e participou ativamente da emancipação de Itabela, em 1989. ”Ele foi o motor de propulsão da cidade. Participou da fundação, condução e emancipação”, avaliou o Dino Pereira.

O fundador de Itabela morreu aos 76 anos de acidente vascular cerebral (AVC), em 2001. Nessa época, um dos seus filhos, Bernardino Carmo de Souza (Dino Pereira) era prefeito da cidade.

Como forma de reconhecimento à contribuição deixada por João Pereira, uma rua no centro da cidade foi batizada com seu nome e o bairro Pereirão faz referência ao fundador da cidade.

“Sou suspeito para falar, mas é gratificante saber que ele colaborou bastante para o crescimento de Itabela e fez parte dessa história”, finalizou Dino Pereira.

Tags:
Itabela completa 28 anos de emancipação política de muitas lutas e conquistas

Pontos principais do desenvolvimento da cidade foram destacados em retrospectiva
Por: Redação/BAHIA DIA A DIA
14/06/2017 - 17:26:35

Link:

Inicio do calçamento da Av. Manoel Ribeiro Carneiro, uma das primeiras pavimentação da cidade. (Foto: Acervo/Jorge Leones)

A jovem Itabela completa 28 anos de emancipação política nestes 14 de junho de 2017. E é com a disposição presente na juventude que os itabelenses contribuem para o desenvolvimento da sua terra. Uma terra de clima quente, chão frutuoso e, principalmente, povo solidário.

Conhecida atualmente por ser a terra do café, ou do mamão, Itabela era apenas uma terra desabitada quando João Pereira chegou na década de 50 para fazer história no nascimento da futura cidade. E foi a solidariedade que contribuiu para o povoamento da localidade, já que ele doou boa parte das suas terras para quem não tinha morada.

João Pereira chegou na década de 50 para fazer história na cidade. (Foto: Acervo/Jorge Leones)

Aproximadamente uma década mais tarde, Itabela começou - como uma criança - a dar os primeiros passos largos em direção ao desenvolvimento. Muitos migrantes foram trabalhar construção na rodovia federal BR-101 - que atualmente corta o município - principalmente os capixabas, que até hoje formam um número expressivo na cidade.

Mas, foi com seu registro que Itabela ganhou identidade. Muitos dizem que o nome Itabela, que significa “Pedra Linda”, faz alusão à Pedra do Oratório da vizinha Guaratinga. Outros afirmam que Itabela faz referencias as tabelas colocadas em pontos estratégicos da cidade no passado para identificar a presença de estabelecimentos comerciais.

A vida adulta de Itabela só chegou em 24 de junho de 1989, quando deixou de ser distrito de Porto Seguro e conquistou a tão sonhada emancipação.

Itabela é realmente como um jovem de 28 anos, já viveu muita coisa, cresceu em todos os sentidos, teve conquistas muito importantes para seu desenvolvimento, mas ainda há muito mais para viver.

Retrospectiva faz breve relato de todas as gestões do município de Itabela

Confira destaques de todas as gestões que passaram pelo comando do município
Por: Marina Caldeira/BAHIA DIA A DIA
13/06/2017 - 22:32:32

Link:

No aniversário de emancipação política celebrado na quarta-feira, 14 de junho, Itabela comemora 28 anos e as conquistas deixadas pelos seis prefeitos que passaram pelo comando do município. O BAHIA DIA A DIA reuniu as principais conquistas de cada gestão.

Antes de se tornar município, Itabela era distrito de Porto Seguro. Durante essa época, três prefeitos se destacaram: Manoel Carneiro, Valdir Costa e Parracho.

Já em 1989, pressionado por grupos políticos comandados por Ismael Francisqueto e Ivo Manzoli, o prefeito de Porto Seguro, Baiano, decidiu emancipar Itabela.

Ismael Francisqueto e Ivo Manzoli romperam a parceria que tinham e disputaram as primeiras eleições municipais de Itabela. 

IVO MANZOLI - 1999/1992

Ivo Manzoli foi o primeiro prefeito a comandar Itabela após a emancipação. (Foto: Acervo/Jorge Leones)

Ivo Manzoli foi eleito prefeito e Lino Covre vice-prefeito para um mandato de apenas três anos, de 1990 até 1992, pois já haviam ocorridos eleições municipais no ano anterior.

Esse mandato foi marcado por conquistas como as implantações de secretarias e de colégios, a construção de casas populares no bairro Irmã Dulce. Além disso, a gestão também adquiriu o prédio que até hoje é a sede da prefeitura.

Nas eleições de 1992, Ivo Manzoli apoiou a candidatura de Deraldo Cruz, que acabou perdendo para Ismael Francisqueto, que voltou à disputa política do município.

ISMAEL FRANCISQUETO - 1993/1996

Ismael Francisqueto assumiu o comando da prefeitura durante 1993 a 1996. (Foto: Acervo/Jorge Leones)

Ismael Francisqueto e Osvaldo Caribé foram eleitos, respectivamente, prefeito e vice-prefeito do município para o mandato de 1993 a 1996.

A gestão foi marcada pela implantação obras, pagamentos regulares. Outro destaque foi a implantação do projeto social Guarda Mirim, voltado para crianças e adolescentes carentes.

IVO MANZOLI - ( 2° MANDATO) 1997/2000

Em 1996, o ex-prefeito Ivo Manzoli retorna ao cenário político concorrendo as eleições municipais contra Dino Pereira. O ex-prefeito venceu as eleições com o companheiro de chapa Lino Covre para gerir o executivo de 1997 a 2000.

O segundo mandato de Ivo Manzoli deu destaque ao esporte e a cultura, além de pavimentação e esgotamento pluvial. Durante esse período surgiu a tradicional Festa do Café, que até hoje é um dos maiores eventos voltados para o agronegócio da região.

BERNARDINO CARMO DE SOUZA (DINO PEREIRA) 2001/2004

Dino Pereira assumiu a prefeitura no período de 2001 a 2004. (Foto: Acervo/Jorge Leones)

Ivo Manzoli tentou a reeleição nas eleições de 2000, mas perdeu para o antigo concorrente Bernadino Carmo de Souza (Dino Pereira), que comandou o executivo com o vice-prefeito Osvaldo Gomes Caribé de 2001 a 2004.

Esse governo foi voltado para a aquisição de prédios públicos, distribuição de terrenos para a criação do bairro Pereirão, além da implantação de horário integral no colégio Agrícola.

JÚNIOR DAPÉ - 2005/2008
Júnior Dapé, assume seu primeiro mandato na prefeitura. (Foto: Acervo/Jorge Leones)

Nas eleições de 2004, Júnior Dapé ganhou a disputa contra Dino Pereira, que tentava a reeleição. Osvaldo Caribé e Marivaldo Felipe também concorreram ao pleito eleitoral.

Júnior Dapé e o companheiro de chapa Ilson Oliveira implantaram Unidades Básicas de Saúde, moralizaram o servidor público e eram comprometidos com o pagemento em dia. Essa gestão, de 2005 a 2008, impulsionou a economia de Itabela, ganhou agências e outros programas.

OSVALDO GOMES CARIBÉ 2009/2012

Osvaldo Gomes Caribé, comandou a prefeitura no período de 2009/2012. (Foto: Acervo/Jorge Leones)

Na disputa mais acirrada pelo comando do executivo de Itabela, Osvaldo Gomes Caribé venceu as eleições de 2008 por apenas oito votos de frente contra, Júnior Dapé, que tentava a reeleição.

A gestão de Caribé e Adilton do PT, que aconteceu de 2009 a 2012, foi marcada por destaque no administrativo, pavimentação de diversas ruas, drenagem pluvial do bairro da Bacia e investimento em segurança.

JÚNIOR DAPÉ ( 2° MANDATO)  2013/2016

Nas eleições de 2012, Júnior Dapé consegue retornar à prefeitura após disputa contra Osvaldo Gomes Caribé. Alex Avancini e Luciano Francisqueto também se candidataram ao comando do executivo.

O segundo mandato de Júnior Dapé, que teve companheira de chapa Joecélia Coutinho,durante o período de 2013 a 2016.foi marcado por pavimentação, pagamentos em dia e investimento na Festa do Café.

LUCIANO FRANCISQUETO -  (ATUAL PREFEITO)  - 2017 

Luciano Francisqueto, prefeito de Itabela. (Foto: BAHIA DIA A DIA)

O atual prefeito de Itabela é Luciano Franciqueto, que venceu as eleições de 2016 contra Leleu da Sacaria e Sueli Caribé.

Luciano Francisqueto e o companheiro de chapa Gedalvo Matos fazem um governo que investe no pagamento antecipado, inovação de secretariado e presença no município.

* Jorge Leones, colaborou com esta reportagem como fonte de algumas informações. Ele é um historiógrafo da emancipação política de Itabela. As imagens também foram cedidas gentilmente retiradas do seu acervo.

28 anos : Aniversário de Itabela será comemorado com programação variada

Programação acontece na próxima quarta-feira, 14 de junho.
Por: Redação com informações da ASCOM-PMI
08/06/2017 - 19:17:05

Link:

Itabela comemora 28 anos de emancipação politica administrativa. (Foto: Arquivo/BAHIA DIA A DIA)

A Prefeitura de Itabela divulgou a programação de aniversário de 28 anos de emancipação política do município, que acontece na quarta-feira (14). No cronograma estão previstos, atos cívicos, sociais, culturais, religiosas e outras atividades.

O prefeito Luciano Francisqueto ressaltou que a programação foi elaborada para beneficiar toda a comunidade “Apesar de não ter shows musicais devido outras prioridades que o município possui, preparamos uma programação variada para oferecer alegria e lazer para a nossa população e comemorar os 28 anos de Itabela em grande estilo” disse Francisqueto.

A prefeitura informou que será montada uma estrutura para a realização do evento na Praça Matriz. 

PROGRAMAÇÃO COMPLETA
(DIA 14/06 - QUARTA-FEIRA)

05h - Desfile da Orquestra – Fanfarra em diversas ruas. 

08h - Missa em Ação de Graças com autoridades presentes. 

09h - Ato de Sustentabilidade com Plantio Voluntário de Mudas de Árvores na Praça Matriz. 

09h10 - Abertura Oficial (Hino Nacional e Músicas da Fanfarra) 

09h30 - História da Cidade sendo narrada, com apresentações culturais. 

10h - Apresentação da Fanfarra. 

10h15 - Discursos das Autoridades

11h - Bolo de Aniversário 

19h - Palestra com Dr. Zaqueu e o Padre Gutemberg.
Temas: “Suicídio e Depressão”.

Página: 1
PUBLICIDADE

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PUBLICIDADE
INSTAGRAM
FACEBOOK
Todos os direitos reservados ao Bahia Dia a Dia
contato@bahiadiaadia.com - Tel: +55 (73) 9 8115-9495 | 9 8224-5458
Copyrigth © 2012-2017 bahiadiaadia.com - Portal de Notícias da Costa do Descobrimento.